Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Posso entrar?

Um dia, depois de muita luta comigo mesma, abri a porta do meu coração para permitir que Jesus entrasse.
Eu estava a ler a passagem do livro de Apocalipse, quando Jesus fala à igreja da Laudicéia e lhes diz:
- Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. (Apocalipse 3:20).
Naquele dia, aquelas palavras foram para mim!!
Que estava eu  à espera para abrir o meu coração e a minha vida para Jesus? 
E nesse dia deixei Jesus entrar!
Ele entrou, ceou comigo e eu com Ele.
E temos ceado belas refeições juntos.
No início, era só eu e Ele.
Fui crescendo apenas na Sua companhia. Foram tempos preciosos, especiais, genuínos.
Como quando vivemos os primeiros tempos de apaixonados. Literalmente.
E hoje, estava a ler o livro de Apocalipse, no capítulo 2.
Ali, Jesus fala à igreja de Éfeso.
E o que Jesus lhes falou, tocou-me novamente.
Jesus diz que eles se tornaram insípidos. Com o passar do tempo, o primeiro amor foi-se. Começaram a andar tão ocupados a viver a vida cristã, que perderam o relacionamento pessoal com Cristo.
Eles até eram zelosos em colocarem à prova os falsos mestres e doutrinas erradas. Jesus elogiou-os por isso.
Mas perderam o amor. Perderam o fogo. Perderam o ardor. A paixão!
Ocupados em tanta coisa, tensos e ansiosos, deixaram de focar o que é mais importante: o relacionamento íntimo com o Salvador! O Amor!
Percebi como eu também caí nesse erro.
Como tenho permitido que tanta coisa me afaste da minha intimidade com Jesus, que acaba por me apagar e abafar o fogo, a paixão e até, o Amor!
Percebi que Jesus muitas vezes,  é colocado do lado de fora da porta da minha vida.
E Ele continua a bater. 
Percebo como a minha vida de cristã é muitas vezes, insípida!
E orei:
Jesus, ajuda-me a recomeçar outra vez contigo! A apaixonar-me de novo. A experimentar aquele calor no coração por ti, pelos que ainda não te conhecem.
Preciso disso cada dia, todos os dias!
Não quero ser morna. Quero ser quente!

Jesus então perguntou: Posso entrar?
Sim Senhor Jesus, entra e ceia comigo.
Como antigamente!
Não me deixes colocar-Te de fora da porta, outra vez.

6 comentários:

Anónimo disse...

Olá Vilma,

Repito a tua oração e digo amém.

Sashindoubutsu disse...

Very beautiful. It's nice to see this photo again. We had a frame of this hanging on the bedroom wall in our old house. I can still remember it.

Paulo Costa disse...

Não é fácil manter a frescura de um coração ardente de amor.

Bom Domingo!

Abraço fraterno!

Vilma disse...

Sashindoubutsu: You're welcome! Thank you!
:)

Vilma disse...

Paulo: Não é fácil mesmo. Até porque o desafio é esse mesmo: ao acolhermos o nosso próximo, abrir o coração ao nosso próximo, acolhemos o próprio Jesus. E somente assim podemos verdadeiramente dizer que amamos Deus: amando o próximo que vemos!
E sabemos o quanto é por vezes, difícil.
É um desafio diário! :))

Bençãos Paulo.

Sara CS disse...

Brutal, amiga! Estás mesmo a ouvir o Senhor. (depois explico-te!)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...