Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Um espírito de surpresa

Sou alguém que se surpreende.
Procuro viver cada dia com expectativa daquilo que me espera.
É certo que nem todos os dias surgem situações que me façam surpreender.
Mas ainda assim, gosto de observar os pequenos detalhes, para poder absorver o que me rodeia e que, infelizmente, tantas vezes nos passam ao lado.
Hoje de manhã, quem me visse a bater palmas na cozinha e a gritar:
- Vivaaaa, mais 8 bichinhos da seda que nasceram!!! Bem vindas lagartinhas!!! - haveria de pensar que eu devia estar internada num hospício.
Sou sem dúvida, um pouco louca sim, pela vida e por tudo aquilo que ela nos tem para oferecer.
Gosto de chamar a atenção à minha filha para o nascer ou o pôr do sol, para as nuvens brancas sobre o céu azul, para o colorido dos campos, para os rebanhos que pastam no imenso verde, para as crias dos vários animais, tão indefesas, tão pequeninos.
São essas as coisas a que eu dou maior importância e que procuro despertar à minha filha também.
E é bom perceber que lhe vou deixar essa herança.

De igual modo, quando vivo horas mais escuras e desanimadoras, em que tudo parece querer explodir e afundar, sinto nisso como que um prelúdio de alguma coisa nova com que Deus me vai surpreender: numa pessoa que encarna o Seu amor, numa resposta a orações, numa circunstância imprevista, na resolução de algum problema ... e por aí fora!
Deus é especialista em nos surpreender.
E é nas horas mais escuras, que podemos vê-Lo agir.
Mas não precisamos de chegar a esse ponto para ficar surpreendidos.
Que Deus me ajude dia após dia a manter este meu espírito de surpresa e confiar no seu poder renovador, de forma a prosseguir a viver cada dia cheio de Vida.

9 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Uma curiosidade DIA 19/ABR/92 foi domingo de Páscoa. Aleluia, Aleluia,Aleluia...
Olá Vilma, gostei de recordar só no "Tempo" e já lá vão cerca de 18 anos, quando me venderam no mercado, "folhinhas de amoreira" para alimentar os bichinhos de seda cá de casa e, afinal, essas folhinhas estavam a dizimar os nossos bichinhos de uma forma horrível! Era já noite e a alternativa era ir ao jardim mais próximo e apanhar directamente da árvore esse alimento, para não haver equívocos, e ver se ainda podiamos salvar parte da "ninhada" ainda existente. Eis, senão quando,vieram 2 polícias preocupados em mostrar o seu diligente trabalho ao fazerem-me ver que não podia apanhar algumas folhinhas (que até estavam a mais na árvore), quando com toda a minha boa vontade lhes expliquei o que estava a acontecer... e pedi que fizessem de conta que não me estavam a ver... o que eu fui dizer!!! quase me levavam presa...isto é mesmo verdade, mas até parece mentira!!! Conseguimos salvar bastantes bichinhos; valeu a pena o ralhete. O que me vale é em cada planta e afins que vou vendo evoluir aqui no meu jardim caseiro, receber a força para continuar a acreditar que o Nosso Pai está presente nas mais pequenas e também nas grandes coisinhas que nos rodeiam...Há situações na Vida que eu comparo com a metamorfose do bicho-da-seda, quando este se encontra no interior do casulo. Parece que tudo está parado, mas é apenas uma ilusão... O Nosso Pai está lá a alimentarmo-nos e a dar-nos a força necessária para quando Ele o entender, continuarmos....
Bem-haja. Um forte abraço solidário de Aleluias para a Família e p/esses vossos bichinhos. Mer

renato_oliveira disse...

Olá Vilma!

Certamente que terá a ajuda de Deus para continuar a ter vida e a força e se sentir útil nos momentos que esta nossa vida nos apresenta!

"Apoia-te em Deus em tudo o que empreenderes e Ele te mostrará como deves agir"!

Beijinho,

Renato

bacouca disse...

Vilma,
Observando a Natureza estamos a dar graças ao Senhor! Festejando a vida, estamos dando graças ao Senhor! Aceitando as nossas alegrias, as nossas dores, estamos dando graças ao Senhor!

mim disse...

DTA :-)

profpardal disse...

Pena eu não estar a viver uma fase dessas!

Vilma disse...

Prof.Pardala: Nem eu estou!
Mas é quando estou nas horas mais escuras, que eu busco a força em Deus.
Ele não deseja apenas dar-me forças, mas Ele deseja que Ele mesmo seja a minha força!
e Ele está à disposição de todos ... basta ir ao Seu encontro!
A luz voltará a brilhar! :)
DTA

bete disse...

"Deus é especialista em nos surpreender."

E a Vilminha também. Eu dava risadas de você batendo palmas com as lagartinhas.

Eu também tenho dessas coisas, aparecem umas aranhas pequenas no meu quarto,vindas dos vasos de plantas, eu as pego cuidadosamente e levo para fora, porque elas podem trazer algum tipo de alergia de pele, mas eu gosto tanto delas...por isso eu entendo você.

Vilma disse...

Bete: E não me viste ainda a pegar nas lagartinhas e a encaminhá-las para as folhas!
Acho que estou viciada nelas... hehehe1
um abraço.

Já agora lê este post:
http://reflexoesdiversas.blogspot.com/2009/04/bichos-da-seda.html

Anónimo disse...

eu moro no montijo e tenho um filho com 3 anos e adorava ter bichos da seda não me arranja obrigado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...