Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2006

Pontes


Esta ponte faz parte do meu dia a dia.
Vejo-a da janela da minha casa; vejo-a quando me dirijo para o meu trabalho (passo por debaixo dela todos os dias da semana); vejo-a ao fim de semana se vou passear junto ao rio.
Ela está sempre lá, desde que foi construída.
E graças a ela, as duas margens uniram-se, proporcionando com isso, um intercâmbio e um desenvolvimento que não seriam possíveis sem a existência desta ponte.
Projectando este pensamento para o nível humano, todos nós podemos também ser construtores de pontes; melhor ainda, ser-mos pontes.
Ao longo da nossa vida, nos nossos relacionamentos familiares, nas amizades e relações profissionais, temos ao nosso alcance a possibilidade de construir pontes. Umas mais sólidas, outras mais longas; umas por vezes são aquele tipo de pontes de aparência frágil, mas que permanecem firmes ... enfim!
Pontes e pontes e pontes! Construtores de pontes!
No entanto, um grande desafio existe nestas "contruções": saber mantê-las! Estarem em permanente manutenção!
É natural que ao longo da nossa vida, alguns desses relacionamentos sejam muitas vezes abalados por diversas situações ou circunstâncias: diferenças, preconceitos, atitudes ...!
Mas uma coisa tenho aprendido: que não devemos destruir as pontes que levantamos!
Mesmo que por vezes a estrutura possa ser abalada, é bom deixar a ponte sempre erguida e ligada entre as margens.
Nunca saberemos o momento da nossa vida em que a "outra margem" precisa de nós ou nós da "outra margem".
Nunca podemos afirmar que não precisamos de ninguém!!
Muitas pessoas estão sózinhas. Umas por opção delas.
Mas creio que a grande maioria é porque não soube construir, erguer pontes. E as poucas que levantou, ainda destruíu, não permitindo com isso a possibilidade das "margens" se unirem de novo.
Quando olhares para uma ponte, pensa no bem que essa ponte trouxe.
E pensa se como pessoa, estás a ser um bom construtor e mantenedor de pontes.
Elas fazem toda a diferença na vida de alguém!
Nunca destruas as tuas pontes!

9 comentários:

Margarida Atheling disse...

É um cuidado que procuro ter, porque acho que é uma grande verdade (mais uma!) o que disseste!

Beijinhos!

jaime fernandes disse...

Acho que dizes uma grande verdade. Saibamos construir e manter pontes!

Jasmim disse...

É difícil manter certas pontes, mas como dizes é muito importante tentar fazê-lo.

Excelente post!

Beijocas.

nokinhas disse...

Quando vou à janela das traseiras vejo essa ponte lá ao fundo...

Uma boa semana!


Bjs.

Ana disse...

Nem sei explicar o que sinto quando ao chegar a Lisboa de aviao vejo a ponte, seja dia ou noite...um simbolo de casa... que sorte que tens em morar ai bem pertinho... Jokas

Ana disse...

Nem sei explicar o que sinto quando ao chegar a Lisboa de aviao vejo a ponte, seja dia ou noite...um simbolo de casa... que sorte que tens em morar ai bem pertinho... Jokas

Flor disse...

Quando venho para o trabalho também atravesso uma ponte...lindo post este teu , devemos tentar manter as pontes que construimos mesmo se por vezes é dificil
beijo de bom dia

Anónimo disse...

Oh linda!!
Sabes que eu ADORO essa ponte!! até tenha a mania de a chamar de minha!! Pelos vistos também é tua! E de muitos mais, de certo!!
Passo por aí muitas vezes também, aliás sempre que posso, lá vou ver para o meu lugar refúgio!! Se calhar já parei pertinho de ti ou da tua casa!! hehehe!!
Quantos às pessoas...
Tens toda a razão, concordo plenamente! Gosto de manter as minhas pontes e faço-o sempre que posso. Infelizmente nem sempre depende de nós... Mas, provavelmente terei que aprender a construi-las mais fortes e com os melhores materiais!
Um beijo enorme, Bom dia
Lirios

Tânia disse...

é melhor cimentar as pontes nunca sabemos qd vamos precisar das usar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...