Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sábado, 27 de agosto de 2005

Amo-te de muitas maneiras

A primeira vez que o vi, estava sentado à beira mar, a olhar para o horizonte, com um olhar meio perdido. Senti um impulso de ir para o lado dele, mas seria estranho. Afinal, não o conhecia de lado nenhum.
E ali, naquele momento, sem o saber, já o amei.
Na noite do dia seguinte, depois de ser convidada a juntar-me ao grupo dele, vi-o rir. Riu-se de tal maneira, que fui contagiada e ri-me também.
E mais uma vez, o amei sem saber.
No dia a seguir, amei-o quando o ouvi trautear a musica "The Sound of the Silence" de Simon e Garfunkel. Nesse mesmo dia, à noite, senti frio. Ele deu-me o blusão dele a vestir ... e rendi-me!
Depois, vi-o em calções e reparei nas suas pernas. Eram lindas!!! E o coração disparou...
Amei-o quando ele me cravou repetidos beijos nas minhas bochechas enquanto eu tentava jogar à sueca, numa tarde de muito calor, por já não conseguir conter mais o que sentia por mim.
Eu tinha 17 e ele 20 anos. E isso aconteceu há 23 anos. No dia 27 de Agosto.
Hoje ele é o amor da minha vida. O meu marido, companheiro, amigo, amante, pai da minha filha. Somos tão diferentes um do outro, mas é exactamente aí que nos completamos.
E continuo a amá-lo. Em tantos e variados momentos, situações.
Li uma vez que quando fazemos uma viagem agradável, nem damos pelo tempo do trajecto, tal é o prazer que sentimos.
Assim tem sido a minha vida do lado dele.
Uma viagem de tal modo agradável, que nem dou pelo tempo que já percorremos.
Para ele, dedico esta mensagem que li e que me tocou porque reflecte o que sinto por ele.
Amo-o com alegria por tudo de bom que temos partilhado.
Amo-o com paciência perante aquelas coisas dele que me irritam.
Amo-o com expectativa porque muito é ainda o que nos espera.
Amo-o com paixão e com alguma inocência.
Amo-o com medo de o perder.
E Amo-o com a certeza de saber que é meu.
Amo-o com uma única condição:
Que me ame!

Para o homem da minha vida: Lidia Maria Riba

23 anos depois


17 comentários:

eu disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Que maravilha...
Antes de mais: PARABÉNS a ambos por esse amor eterno e verdadeiro! Gosto de saber que ainda existem pessoas que acreditam e vivem um amor puro!
Muitos beijinhos!
L.

kikas disse...

É só para dizer que estou de volta!
beijocas e boa semana
kikas

Rosélia disse...

Parabéns aos dois...
é bom saber q o tempo, as lutas e os desafios que a vida faz com q o ser humano passe nao destruiu o AMOR. O grande sábio Salomão já dizia: - as muitas aguas não poderiam apagar este amor nem os rios afoga-los. Meu desejo de coraçao, é vcs cont assim amando no tempo da chuva e da seca..
com carinho da brasuca,
que lhe estima muito,
Rosélia

Anna^ disse...

Tão lindo :))))

Bjokas e uma boa semana ":o)

mamy disse...

E que dure muito tempo, parabéns.

Beijinhos Mamy

Paula disse...

Que o vosso amor continue a florescer, como um Jardim, cuidadosamente tratado!

Margarida Atheling disse...

O Amor é lindo! :)

Muitas felicidades!

Beijinhos!

jc disse...

LINDO...

Deus vos abençoe muito!

Xuinha Foguetão disse...

Um amor assim é lindo!
Uma verdadeira inspiração!
Uma beijoca enorme para os dois.

Rita disse...

É muito bom encontrar uma familia assim, que ainda se ama com a mesma, ou mais intensidade, que há 23 anos atrás. Parabéns!

Lucia disse...

Um beijinho muito grande para os dois de parabéns e continuem sempre assim juntinhos e acreditando sempre que o amor tudo pode.
Beijinhos da Amiga,
Lúcia

guga disse...

Bem fiquei completamente derretida e rendida. Parabéns
Sandra

nuvem cor de rosa disse...

huuummmmm, k bem k sabe ler uma coisinha assim... enche-nos a alma... bjnhos doces

Ana disse...

O vosso amor é mesmo lindo!!! jokas grandes

bekas disse...

Que bonito, Vilma...
Um grande beijinho para os três.

Contas e Cores disse...

Muitos Parabéns e que sejam muito felizes por muitos mais 23 anos... :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...