Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 4 de março de 2005

Para onde olhar

Li este texto que transcrevo aqui:
"Corrie ten Boom viveu a vida infernal dos campo de concentração Nazis - um lugar onde a maioria das pessoas perdia a esperança. Ela sobreviveu para contar a sua história de uma fé firme e de uma esperança inabalável em Deus.
Ela viu pessoalmente, e de perto, a face do mal. Ela viu alguns dos actos mais desumanos que o homem pode fazer ao homem.
E quando saiu de tudo aquilo, ela disse estas palavras:
-" Se olhares para o mundo, ficarás angustiado. Se olhares para dentro de ti, ficarás deprimido. Mas se olhares para Cristo, ficarás descansado."
Para onde estou a olhar? Estou concentrada no mundo e nos seus perigos? Estarei a olhar para mim mesma, procurando em mim as respostas? Ou estarei a olhar para Jesus, o autor e consumador da minha fé?
Num mundo incerto, precisamos de continuar a olhar para Ele.
E tu, para onde estás a olhar?

8 comentários:

Anna^ disse...

Eu continuo a olhar para Ele,mas confesso q às vezes nos desencontrámos ou eu ando muito distraída :/

bjinhos

Someone Here disse...

O probelma de muita gente (meu também às vezes) é que só olhamos para Deus quando já não vemos nada nos outros nem em nós! Eu olho e falo com Ele todos os dias... E são momentos muito especiais.

Anna^ disse...

Na minha opinião nós tb temos q procurar as respostas em nós,porque Ele tb assim o quer...ele só nos mostra os caminhos...mas as respostas estão em nós...a mim falta-me ou começa a faltar algumas forças para dar seguimento a essas respostas e esmoreço...sei q é passageiro mas...foi só um desabafo.
someone eu tb falo c Ele...partilho c Ele o bom e o menos bom,mas qdo n vês soluções q quererias quase imediatas...desesperas...mas eu continuo á espera :)

JOINCANTO disse...

Gostei muito do “post” e da profundidade dessas palavras.
Elas fervem num coração que experimentou sofrimento horrível mas chegou à conclusão, que Cristo está presente, mesmo nos piores tempos de angústia. Esta maturidade de Vida não vem pela leitura de um qualquer livro de auto-ajuda, nem de um psicanalista ou curso teológico. É a Graça e o Amor de Deus.

Vilma disse...

Ana: o problema, acho eu, reside exactamente aí, em esperares que Deus te responda no tempo e da forma como "tu" queres. E nem sempre é assim. Nem sempre as nossas soluções são as melhores. Por vezes, invertemos as coisas e claro, o resultado, não é aquele que esperávamos. Precisamos muito de aprender a confiar e isso, não é coisa fácil de viver, pelo menos, num relacionamento com Deus, em que Ele pede que tenhamos a confiança das crianças e nós, já a perdemos há muito...

Vilma disse...

Jorge: é como tu dizes, esta maturidade vem da experiência de viver o Amor e a Graça de Deus. São com pessoas assim que nós podemos tirar grandes lições de vida.

Anna^ disse...

coisasdemim ,qdo eu digo q continuo á espera n é à espera q as coisas aconteçam assim...sem mais nem menos...qdo disse isso foi na esperança de q as MINHAS forças n me deixem esmorecer e q Ele continue do meu lado...e obg pelas palavras.
bjokas

Vilma disse...

Anna: entendi agora, sim. Mas as tuas forças até se podem esmorocer... é humano. Mas uma coisa te posso dizer: Ele nunca sairá do teu lado, mesmo que tu saias do d'Ele. Ele estará sempre com a sua mão estendida à espera que estendas a tua, leve o tempo que levar. Ele está sempre perto dos que têm o coração quebrantado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...