Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Ao passear no jardim

Foto tirada em 8 de Abril, no jardim da minha casa no Alentejo.

A ave constrói o ninho.


A aranha, a teia.

O homem, a amizade.

William Blake

11 comentários:

Viviana disse...

Olá Vilma,

Linda a foto, e interssante o pensamento.

Um abraço

viviana

bacouca disse...

Vilma,
E como tudo isso é possível? Quem lhes ensina coisas tão lindas?!!!
Parabêns pela fotografia.

Deathtagrazyta disse...

Que lindo esse pensamento
a imagem ficou magnifica

Aline disse...

Linda foto!!!

Digna de um coração com sensibilidade!

José Carlos disse...

O problema está para quem gosta de jarros (a flor) e detesta aranhas...
Como conciliar o que nos deslumbra com o que nos arrepia?

Vilma disse...

José Carlos: è algo complicado!
As aranhas sempre me causaram uma certa aversão e atracção, ao mesmo tempo.
quando vi o filme A Teia da Carlota, comecei a simpatizar um pouco mais com elas... mas ainda assim, gosto de distância.
Tirar essa foto foi algo além de mim, pois só a aproximação à aranha, é de arrepiar a espinha! :D
Mas que elas têm a sua beleza ... têm!

Marlene Maravilha disse...

Que linda foto!!!!!
e o pensamento é uma grande verdade!
Um feliz domingo em família!
Deus te abencoe.
Estou em contagem regressiva para o retorno ao Br. Se der, telefono na segunda!!
beijos

RUY EDUARDO DE CASTRO disse...

Oi Vilma.

Linda foto,
Lindo jardim,
Linda a aranha, que nos levam
a pensar a poesia além do jardim.
Deus te abençoe!

renato_oliveira disse...

Olá Vilma!

É demasiado lindo este post que dá vontade de lhe dizer: Obrigado!

Abraço,

Renato

bete disse...

E com essa música linda tocando de fundo então...eu cheguei a me sentir lá...

Gosto de aranhas, não tenho medo delas não.

Sónia disse...

Uma foto muito natural e muito linda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...