Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Deus é suficiente?

Como cristãos, usamos determinados "chavões",  pensando que com isso, podemos ser muito espirituais.
Um deles que temos o costume de dizer é "Deus é suficiente para nós".
Outro, é que dentro de nós temos "um vazio do tamanho de Deus, somente Deus o pode preencher."
Em relação  à segunda afirmação, eu concordo com ela  e até é bíblico, pois no livro de Eclesiastes, o escritor afirma que Deus colocou o desejo de eternidade no coração e mente do homem. 
E esse desejo só pode ser verdadeiramente preenchido por Deus. Mais ninguém o pode fazer!
No entanto, em relação à afirmação de que Deus é suficiente para nós, ela vai contra aquilo que Deus pensa. Ela não tem teor bíblico nesse sentido.
Se lermos os primeiros capítulos de Genesis, onde podemos ler a descrição da obra criadora de Deus, lemos que sempre que Deus termina a sua obra criadora, Ele vê que "tudo isso é bom."
Após a criação do homem, este teve um tempo no jardim em que era apenas ele e Deus.
Adão pôde disfrutar da suficiência de Deus, da Sua companhia.
Gosto imaginar nos passeios que com certeza fariam, juntos. O que conversariam?
Mas ao fim de um tempo, Deus disse : Não é bom que o homem esteja só.
Deus mesmo pensou que  Ele não  era suficiente para o homem.
Apesar da maravilhosa comunhão que tinham, Deus não podia preencher o vazio de um relacionamento humano de que Adão precisava.
Isto é maravilhoso, pois Deus mesmo não tirou o lugar que apenas os humanos podem ocupar na vida uns dos outros!
Ele deseja e pede que amemos Deus com toda a nossa força, alma e coração.
Mas nunca foi seu desejo que estivéssemos sós ou que Ele bastasse para nós.
Se assim fosse, não teria sido Ele mesmo a pensar que não é bom estarmos sós.
Deus é simplesmente maravilhoso!
E quando O vou conhecendo, cada vez o amo mais!


13 comentários:

Tinoca Laroca disse...

Ainda bem que Deus pensou isso...
Senão não estavamos cá as duas, HAHAHAHA

GOD BLESS YOU,
T.

Vilma disse...

E tu já viste bem, Tinoca, o que se perdia?? :)))
Beijocas !
DTA

Jorge Oliveira disse...

"Talvez valha a pena meditarmos nisto..."

Ihihihihihih

Lou Mello disse...

Deus é como meu amigo Khalil, pois é o nosso lado bom, tudo que gostaríamos de ser, ter e fazer aos outros. Por isso ele nos completa e deve ser esse seu maior propósito. Salvo engano.

Vilma disse...

É sempre um prazer ler aqui os teus comentários Lou! :)
Gostei do que disseste!
Um abraço amigo!

soffs disse...

são estes relacionamentos que me dão tantas vezes cabo da moleirinha...lol...mas é verdade...como alguém disse: nenhum é uma ilha...

M.Luísa disse...

Ter fé é fundamental!
Gostei do seu blog.

Beijinho

Daniel M.S. disse...

Podemos imaginar Deus olhando a criação, mais concretamente os animais, macho e fêmea. Olhou, o girafo com a girafa, o elefante com a elefanta, o pardal e a pardaleta e etc..., e o homem não tinha ninguém semelhante,não dava para ter como companheira uma lontra ou uma tartaruga. Esse é o ponto. Estava só.Então Deus fez uma auxiliadora idônia para o homem,uma adjuntora, alguém semelhante, criado a partir dos ossos dele, e ainda bem.

O relacionamento que Deus desejava que o homem e mulher experimentasse tem como base a Trindade.Esse é o modelo para uma vida com sentido. Um relacionamento trinitário.

Um abraço

carmen disse...

Agora que você me convenceu que só Deus não é suficiente, me apresente o varão!!!
Bjs

Lyra disse...

eu não diria melhor, Carmen!
lol

Vilma disse...

Ladies, ladies, esse trabalho agora é vosso! :))

Daniel: Muito boa a tua prestação e agradeço teres deixado aqui. Também creio assim, que a Trindade é a base de como Deus deseja que nos relacionemos com Ele e com todo o ser humano. Por existir a Trindade, que podemos perceber que Deus é um Deus de relacionamento.

Quando escrevi o post, escrevi de um modo mais abrangente também, não pensando apenas e SÓ no relacionamento homem e mulher,mas num todo.

Obrigada mais uma vez! :))

bete pereira da silva disse...

Gostei muito, com destaque para as opiniões do Lou e da Carmen.

Rubinho Osório disse...

É impressionante pensar que Deus possa ter feito das relações humanas algo tão importante, essencial, a ponto dEle mesmo não poder suprir!!!
Bela reflexão!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...