Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Resgate

Num dia destes, estava a ajudar o meu marido, enquanto ele tentava resgatar os minúsculos peixinhos de uma maternidade para a outra.
Observava-o na sua imensa paciência tentanto apanhar todos, para que nenhum deles se perdesse e fosse comido pelos maiores.
Os últimos foram os mais difíceis.
Ele dizia-lhes:
- Não vos quero fazer mal, só vos quero salvar!
Então eu dizia-lhe:
- Pois é, precisavas de te tornar peixinho como eles para que percebessem isso.

Percebi naquele pequeno momento, em como Deus fez algo do género.
Ele tornou-se como um de nós, viveu entre nós e mostrou-nos o caminho a seguir, para que Ele nos resgatasse.
Nós fomos criados à sua imagem e semelhança.
Temos muitos vestígios Dele em nós.
Tal como o meu marido não desejava que nenhum daqueles peixinhos se perdesse, Deus também não deseja que ninguém se perca.
Ele já veio e mostrou isso.
Que esperamos mais?

5 comentários:

Gica disse...

Perfeita a tua comparação; e além de perfeita linda e verdadeira!

Abraços brasileiros...

Débora ribeiro disse...

Olá irmã...passei por aqui e vi que vc é de Lisboa, tenho dois irmãos queridos que moram em Caiscais - gde Lisboa. Linda a sua mensagem, abços pra vc, retornarei outras vezes...
A paz de Jesus Cristo!!

Débora disse...

Não sei postar com nome de utilizador nem palavra chave...por isso vc nem terá como entrar no meu eu acho, desculpe sou nova nisso!!
Bjs!

Débora disse...

o meu blog é... se Ele deu a Sua Vida pq eu não daria a minha

Anónimo disse...

Parabéns pelo lindo blog.
www,zanjinha.blogs.sapo.pt

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...