Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Hoje

Hoje é o dia que me pertence.
Ontem passou e já não se encontra ao meu alcance.
Não posso desfazer nada do que fiz ou palavras que disse.
Toda a dor, ansiedade, erros, falhas, pesares ... tudo agora está na mão Daquele que tudo sara, tudo cura, tudo transforma.
Apenas desejo reter tudo o que são lembranças agradáveis, que me ergam e que me tragam doçura ao coração e alma.
O amanhã, também ainda não me pertence.
Todos os possíveis problemas, fardos, perigos também se encontram fora do meu alcance.
Pertence a Deus.
O meu amanhã passa por Deus, antes de chegar a mim.
Ele sabe e conhece até onde pode ir a minha estrutura.
O dia de hoje, esse é meu.
É no dia de hoje que poderei encarar todas as batalhas, sejam elas do foro físico, espiritual ou terreno.
De nada me adianta insistir em levar o peso de dois fardos que não são meus: o ontem e o amanhã!
Viver um dia de cada vez, pois esse é o dia que me pertence.
Libertar-me das tristezas do passado e das ansiedades do amanhã.
Hoje é um novo dia!
Hoje é o dia!

"Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal." - Mateus 6:34

4 comentários:

Juninho disse...

Boa!Então vamos aproveitar o hoje sem tirar os olhos do alvo!!

jc disse...

Oh! Deus... COmo eu preciso de meter isso na minha cabeça...
Cabeça dura...

Viviana disse...

Obrigada Wilma por partilhar conosco estes seus estados de espírito.


Ah! se as pessoas soubessem
quão bom e traquilizador é,
viver nesta doce intimidade
com Deus, entregando o passado
e o futuro ao seu cuidado e
vivendo cada dia sob o seu olhar
e a sua orientação...
viviana

João Magalhães disse...

Esse é um excelente tema para meditar, Obrigado Wilma :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...