Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 20 de abril de 2006

Cada um tem o seu valor!

Escola de Bichos


Conta-se que vários bichos decidiram fundar uma escola.

Reuniram-se e começaram a escolher as disciplinas.

O pássaro insistiu para que o voo entrasse.

O peixe, para que o nado fizesse parte do currículo também.


O esquilo achou que a subida perpendicular em árvores era fundamental.

O coelho queria de qualquer jeito a corrida.

E assim foi.


Incluíram tudo, mas cometeram um grande erro.
Insistiram para que todos os bichos praticassem todos os cursos.


O coelho foi magnífico na corrida, ninguém corria como ele.


Mas queriam ensiná-lo a voar.


Colocaram-no numa árvore e disseram:
"Voa, coelho".
Ele saltou lá de cima e quebrou as pernas.
Não aprendeu a voar e acabou sem poder correr também.


O pássaro voava como nenhum outro, mas obrigaram-no a cavar buracos
como uma toupeira.
Quebrou o bico e as asas, e depois não conseguia voar tão bem, nem
cavar buracos.

MORAL DA HISTÓRIA:

Todos nós somos diferentes.

Cada um possui algo de bom para usar.

Não podemos forçar os outros a serem parecidos connosco.

Vamos acabar fazendo com que eles sofram, e no final, não serão nem o
que nós queríamos, nem o que eles eram.
Aprendamos com esta lição!
Autor Desconhecido

13 comentários:

Paula disse...

Que grande aprendizagem essa história passsa....

Um beijinho grande!

jaime fernandes disse...

Grande lição!

Os bichos ensinam-nos cada coisa...

Lou disse...

É uma visão bem humana dos bichos. Acho que eles não cairiam nessa, jamais. Nós, humanos, é que temos a tendência em tentar ser o que não somos. Pelo menos eu, tenho que me controlar para evitá-lo.

Tinoca Laroca disse...

Não é à toa que a biblia tem escrito que o Corpo tem muitos membros, mas cada um tem a sua função...
nem a perna pode fazer de braço, nem o braço de perna...
Conheço uma anedota a respeito disto... mas não vou contar aqui pois pode ser mal interpretada (hehehe), mas apesar de ser cómica, tem este fundo de mensagem...
cada um tem a sua missão para que tudo funcione integradamente.
Bjs.
T.

Marlene Maravilha disse...

Tomara que as pessoas aprendam mesmo a moral desta história. Assim darão mais valor a individualidade de cada um e ao invés de dividirem, somariam as coisas.
beijos cá do Brasil :))

Margarida Atheling disse...

Tive um professor de desenho que nos chamava vezes sem conta a atenção para isto. E tinha razão!

Beijinhos!

Avozinha disse...

Pois...

Jasmim disse...

Se há lições dificeis de aprender acho que esta é uma delas... Passamos a vida a tentar moldar aqui e ali!

Beijocas.

padrecarlos disse...

Vivemos na era dos anti-heróis, dos vídioclips, na qual o plástico é o sinal dos tempos: usar e deitar fora. O modelo do yuppie substitui os velhos ideais revolucionários. Praticamos a moral do pragmatismo. Como define Óscar Wilde: “aquele que conhece o preço de todas as coisas e o valor de nenhuma”.
É urgente recuperar o homem espiritual. Uma vez recuperado perceberemos todos, o papel de cada um de nós neste universo maravilhosos criado por Deus para nós. Porque hoje apesar de aparentar vivermos num mundo muito solidário, vivemos numa moral muito individualista, por encomenda, subjectivista, em que se escolhe o que se gosta e se recusa o que é exigente.
Desculpe se me vi meter onde não devia…
Um abraço

Xuinha Foguetão disse...

Verdade! :)
Beijocas

Andrea disse...

Que o nosso Deus, o autor da diversidade e da individualidade nos ensine a assimiliar essa lição. O corpo de Cristo é Lindo porque completa-se.

Para mim, a base desta aceitação e valorização é o amor. Se o mesmo amor que está em Cristo estiver em nós, a visão do corpo estende-se tremendamente.

Um beijinho!

JOINCANTO disse...

Muito interessante...
Isso lembra-me algumas pessoas nas igrejas que querem fazer tudo...
:))

CVJ disse...

Quem não gostaría que todas as outras pessoas fossem como ela?
É uma tend~encia natural, mas talvez escusada. É que é tempo perdido tentar...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...