Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Desperdiçar tempo

De que é feita a vida?
De tempo.
E quanto deste tempo nós desperdiçamos enquanto a vivemos?
Buscamos sentido para a vida, para a nossa existência.
Procuramos preencher esse tempo, com coisas, que na grande maioria das vezes, não irão preencher em nada a nossa alma.
Desperdiçamos tempo.
Desperdiçamos vida.
A vida só encontra sentido quando o nosso foco é dirigido para além das nossas necessidades, do nosso Eu.
Ele pode ser preenchida quando o tempo é vivido em função daquilo que podemos Ser, em vez do que podemos Ter.
Quando percebemos que essa vida está prestes a terminar o seu ciclo aqui, não pensamos no tempo que não trabalhámos mais, nas coisas que não possuímos ou no euro-milhões que não nos saiu.
Pensamos sim, no tempo que não dedicamos mais às pessoas que estão próximas de nós, que amamos.
No tempo que não procuramos mais buscar conhecer Aquele que colocou a eternidade dentro de nós.
Porque aí sim, reside a beleza da vida: viver o hoje, com o foco na eternidade!
Sabemos que não é fácil aproveitar o tempo que a vida nos dá.
A própria vida não é fácil de ser vivida.
Mas quando o nosso foco se dirige para Aquele que deu a Sua vida por nós, a mais profunda de toda a nossa necessidade é suprida: a nossa Salvação, o nosso perdão, a vida eterna!
E assim, a vida fará mais sentido.
E o tempo que nela vivemos, não será tão desperdiçado.
Porque é de tempo que a vida é feita!
Como vives esse tempo?

4 comentários:

bete disse...

Vilminha, você mesma já me deu minha resposta:

"Sabemos que não é fácil aproveitar o tempo que a vida nos dá.
A própria vida não é fácil de ser vivida."

É complicado Vilma. Na teoria uma beleza, na realidade, complicado demais...

Creio que a única pista para encontrarmos o caminho de volta é a oração.

Vilma disse...

Bete: Sem dúvida, não é fácil.
Parte das vezes, acho que nós mesmo complicamos a vida.
Mas quando não encontramos sentido para a vida, para a nossa existência, é também porque estamos a focar na direcção errada.
Muitas das nossas angustias são resultado da ausência do Criador nas nossas vidas e é aí que eu quero chegar ao escrever o post.
Ainda que nem sempre usemos o tempo da melhor forma e nem vivamos a vida como desejaríamos ou que nem sempre a vida faça sentido, quando colocamos a direcção da mesma nas suas mãos e confiamos Nele, as coisas encaixam-me melhor e até a rotina é boa.
aprendemos a ser agradecidos por tudo! :)
Xiii.. acho que hoje estou demais! heheheheh
Beijos Bete!

CrisR disse...

Eu sempre me achei uma escrava do tempo...sempre estive ligada no relógio, nas horas, no tempo de chegar aqui ou ali, ou se chego atrasada ou a hora a algum lugar. E tenho momentos em que detesto horários! Porque eles me escravizam.
Mas quando estou a falar com o meu Pai Celestial ou a adorá-lo com cânticos, não sinto o tempo passar, não sinto stress,e isso prova que o tempo com Ele é sempre bem aproveitado, e gera felicidade e plenitude.

Mas utilizo mal a maior parte do meu tempo, porque como dizes a vida não é fácil de viver, e o nosso sistema capitalista tornou-nos máquinas de preencher o tempo.

bete disse...

Concordo Vilma. O Mestre disse: " o meu fardo é leve".

Nós é que ficamos colocando peso demais em nossas próprias costas...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...