Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Sobre oração

Sóren Kierkegaard colocou a questão nestes termos: “A oração não transforma a Deus, mas transforma aquele que ora”. Não oramos a fim de informar a Deus, como se Ele ignorasse os eventos e aquilo que estamos pensando e sentindo. Antes, oramos dizendo “seja feita a Tua vontade”, a fim de que, em nosso companheirismo com Ele, como pessoas que oram, realmente comecemos a tornar-nos pessoas diferentes. Nosso ser inteiro começa a ser formado pela vida e pelo espírito da oração.

Orar é desfrutar da presença de Deus. Comecei a ver a oração mais como uma amizade do que como uma disciplina rigorosa. A oração começou a tornar-se mais um relacionamento e menos uma realização.
James Houston -  Orar Com Deus

5 comentários:

CrisR disse...

Eu com as tribulações dos ultimos anos da minha vida, aprendi o gosto pela oração.E também tive quem me ensinasse a orar, pois apesar de ser crente á mais de 20 anos acho que ainda não sabia as várias formas de falar com Deus.
Agora o que acontece é que começo a orar e não perco a noção do tempo...tanto posso estar 10 minutos como 45 minutos e nem dou pelo tempo passar, tal é o prazer de falar com o meu Deus!

Vilma disse...

Cris: Que bom que tiras esse tempo. É bom cada um procurar a sua forma de falar com Deus. Afinal, não somos iguais e não existem métodos ou fórmulas para orar.
Também tenho crescido e aprendido que a oração é muito mais que pedir.
É falar, abrir o coração, e acima de tudo, conhecer Deus.
Existir um desejo profundo dentro de nós por nos encontrarmos com Ele num momento especial, ainda que ao longo do dia possamos sempre falar-lhe.
Um beijinho e obrigada pelas tuas palavras.
DTA

Georgia disse...

A oracao transforma mesmo aquele que ora e os que estao em volta também, mesmo que nao orando.

Beijos

Anónimo disse...

Obdg.Vilma p'ajuda que me dá as suas palavras escritas.Neste momento nem consigo orar...Só continuo a agradecer e a acreditar em Deus nosso Pai,..mas só parece que ele nos esqueceu!...Temos um filho que é um doce de Ser, que o Pai nos emprestou para amarmos/cuidarmos/ensinar/proteger e que está com uma "depressão profunda". Não sabemos mais como aliviar a sua dor de alma, já lá vão 5/10anos.A vida atraiçoou-o quer na escolha da 1ª profissão(medicina)e depois teve de optar p/Psicopedagogia (falta-lhe um ano para concluir),quer no amor, pois a ex.nem o deixa ver o seu filhinho de 8 anos...para acrescentar veio a falta de trabalho que faz acentuar o seu mal-estar.O curso fê-lo questionar a s/passagem como aluno por opção própria do Col Militar pelas suas excelentes performances foi o escolhido para Cmte Batalhão. Estava acostumado a lidar com o sucesso e quando o insucesso lhe bateu á porta, não obstante os nossos ensinamentos nesse sentido, tal não foi suficiente para ele conseguir gerir as emoções. A sua dor aumentou, sentiu-se defraudado.Neste momento para o incentivarmos pegámos em trabalhos dele e fizemos um blogg de nome "O sopro d'arte" (http://osoprodarte.blogspot.com/) se tiver curiosidade, veja-o e p.f.comente com a sua franqueza que lhe é peculiar, poderá de alguma forma ajudá-lo a ultrapassar o tempo de espera por um trabalho(sem pressões, avaliações, máximo 4h/dia). Onde é que neste planeta existe um achado destes?...mas ainda Acreditamos em Milagres.Forte abraço destes tristes mas ricos pais/avós, a quem O Pai emprestou um neto e um filho muito queridos MER e Xan.

Vilma disse...

Cara anónima, ainda bem que encontra conforto, esperança e consolo nos textos que publico.
Eles são apenas o reflexo da minha experiencia com Deus e tenho procurado abençoar outros com eles.
E tenho orado para que Deus trabalhe no coração e alma de quem os lê.
Saber isso também conforta o meu coração.

Que Deus vos possa iluminar e trazer-vos a paz que somente Ele pode dar.
E acompanharei o blogue do seu filho. :)
Um abraço em Cristo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...