Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Perguntas dela

Muito chorosa, a minha filha conta-me que teve uma briga feia com o seu melhor amigo.

- Hoje tive uma briga feia com o Zé, mãe.
- Foi filha? E brigaram porquê?
- Porque ele não queria que eu brincasse com a Inês. Queria brincar só comigo. Então empurrou-me e bateu-me.
- E depois?
- Depois eu também o magoei ... muito,  mamã! E estou cheia de pena dele! (E chora agarrada a mim).
- Querida, sabes que por vezes acontecem essas coisas entre os amigos. Mas se forem mesmo amigos,  isso passa e fazem as pazes e ainda voltam a ser mais amigos que antes.
- Já fizémos as pazes mamã, mas continuo a ter pena dele, porque eu magoei-o muito.
- Filha, sabes que muitas vezes magoamos as pessoas que  amamos. E às vezes, magoamos mais com as palavras que fisicamente.
- Porquê, mãe? Se gostamos das pessoas, porque as magoamos? Porquê? E porque me dói a mim também?

A minha filha faz boas perguntas.


8 comentários:

de dentro pra fora.... disse...

Acho que nos doi verdadeiramente quando magoamos os verdadeiros amigos :)
Aprendemos tanto com os nossos tesouros

CrisR disse...

Eles fazem perguntas que nem pensamos!

Alecrim disse...

Se faz!

Rubinho Osório disse...

Tenho pena é de ti, com uma filha dessas. Ai, ai, ai!!!

GUILHERME PIÃO disse...

Reconhecer é um dom, esta menina vai longe.
Abraços

E o pensamento voa... disse...

Vilma,

Tua filhota deve ser um amor! Que idade ela tem?

Muito sensível e muito sábia a tua filhota! Que linda!Quando magoamos nossos amigos verdadeiros, a dor é maior em nós!

Muito lindo este post! Parabéns!
beijinho carinhoso,

Cristina disse...

E nós - seriamente adultos, impostos pelo 'eticamente correcto' - quantas vezes não deveríamos ser assim, como as crianças? Que filhinha querida, Vilma!
PS: Engraçado que ontem não tinha Net e portanto não visitei ninguém, nem actualizei o meu blogue, onde, como sabes, passo a tua música. Mas hoje de manhã, sentindo-me tão perdida, como me tem acontecido algumas (demasiadas)vezes, entrei n' Os Meus Retalhos' e passado um bocado liguei o som: "'Cause you are not alone / I'm always there with you / And we'll get lost together / ... / Baby YOU'RE NOT LOST"!!!!"
Incrível não?
Desatei a chorar...
Obrigada pelas palavras do Michael Buble :)

Um beijo, mana.

Vilma disse...

Cristina: As crianças são mesmo dádivas de Deus para falar ao nosso coração. :)

Quanto à música, a letra é linda, assim como a melodia.
tocou-me muito também!
É bom saber que também te deu força!
Não estás perdida e nem só! :)
Um abraço Cristina!
DTA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...