Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

domingo, 5 de outubro de 2008

Mãos e coração abertos

O reconhecimento do meu lugar perante um Deus perfeito, restaura o verdadeiro estado do Universo. A confissão simplesmente estabelece as regras básicas adequadas a criaturas que se relacionam com o seu Criador.
O pastor Haddon Robinson começa praticamente todos os sermões com a mesma confissão:
"Deus, se esta gente soubesse sobre mim o que tu sabes, eles não dariam atenção a uma só palavra do que digo."

Como poderíamos provar a graça senão por meio dos nosso defeitos? Nos tempos de Jesus, colectores de impostos, prostitutas e pessoas impuras estendiam as mãos para receber a graça de Deus, ao passo que religiosos profissionais erguiam as suas na forma de punhos cerrados.
Para receber um presente, a única exigência é ter as mãos abertas.


2 comentários:

carmen disse...

Reconhecer que somos pecadores e que Deus é um Deus galardoador daqueles que O buscam, é condição básica para que possamos receber, com o coração aberto a Jesus, presente de Deus, para que nós nos achegar a Ele...

Gostei muito da frase:
"Como poderíamos provar a graça senão por meio de nossos defeitos?"

Gosto muito das suas postagens, que nos fazem refletir...

Beijo grande!

Lou Mello disse...

Não tenho nenhum defeito e nada a confessar, exceto ter infringido a Lei de alto a baixo. Coisa pouca, bobagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...