Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quarta-feira, 26 de março de 2008

Lições do Caminho

Ao longo da minha caminhada com Deus, tenho vivido e experimentado momentos únicos.
Daqueles momentos tão especiais que as palavras são difíceis para expressar.
Mas também tenho alturas em que me parece que Deus está em silêncio, ausente.
Que O procuro e não O encontro.
E por estranho que possa parecer, têm sido esses momentos que me têm feito aproximar ainda mais Dele.
Gosto de ler sobre Elias, um dos meus profetas preferidos.
Ele conheceu e experimentou Deus de formas muito especiais.
Quando Elias começou o seu ministério, com certeza esperando algo de bem movimentado na sua vida, Deus mandou-o retirar-se.
Mais à frente, após uma vitória tremenda sobre Jezebel e os profetas de Baal, Elias fugiu e recolheu-se.
Ao meditar nisto, percebo o quanto Deus usa caminhos e meios que nos transcendem, mas acima de tudo, o quanto Deus se preocupa muito mais com as pessoas do que com os meios e obras.
Por vezes, surgem situações na nossa vida, que nos fazem parar, desanimar.
No meio de tanta coisa que poderíamos fazer (pensamos nós) de repente, algo nos obriga a parar, a largar o que tínhamos planeado.
Pensamos em como esse tempo de paragem é um tempo perdido.
Mas não.
Quando confiamos em Deus, sabemos que para Ele não há tempos perdidos.
Que mais do que aquilo que fazemos, o que Ele deseja acima de tudo, é a nossa pessoa.
Que para Deus, o obreiro é muito mais importante que a obra.
Pois para Ele, preciosa sim, é a obra que Ele faz no obreiro.
E muitas vezes, para isso, é preciso saber escutá-Lo no silêncio, na quietude, nas paragens.
Isto não significa ser resignada, mas apenas confiante de que para Deus, o melhor está por vir.
Esta é a minha fé. E confiança.

6 comentários:

Lou Mello disse...

Depois você me diz o que você bebeu e comeu. Também quero.

Vilma disse...

Lou: Bebi da água viva! :D

Gica disse...

Oiii...
sempre sinto isso tb... e apos uma Santa Semana Santa onde pude viver realmente o que ela é, parece que Deus se ausentou, tirou férias de mim... parece que Ele se calou.

Vilma disse...

Olá Gica:

A verdade é que Ele não se ausenta.
As nossas emoções muitas vezes atraiçoam-nos.
O facto de não O percebermos não significa ausencia, apenas silêncio.
Deus sempre teve grandes momentos de silêncio.
Para nós parecem-nos longos, mas Ele tem os seus propósitos.
Não podemos pensar que só tendo experiências "tocantes" e fervorosas todos os dias que isso mostra a presença Dele.
VÊ o caso de Elias: Deus não estava no vento forte, nem no tremor de terra, mas numa brisa bem suave!
Aproveita todos os momentos com Ele. São todos preciosos!
Um abraço e sÊ bem vinda.

Viviana disse...

O Pastor da minha Igreja, que a Vilma conhece muito bem... está sempre a dizer isso :

"Meus irmãos,vamos ter confiança! Na vida do crente, o melhor ainda está para vir!"

E eu sei que isto é verdade!

alealb disse...

um post como esse fica até difícil de ser comentado.
amém e amém.
mil beijos querida amiga,
com amor,
alê

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...