Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Bono Vox dos U2 e a Graça de Deus



Vale a pena ler até ao fim.

5 comentários:

alealb disse...

" Um homem que fosse apenas um homem, e dissesse as coisas que Jesus disse, não poderia ser um grande mestre moralista. Ou era um louco – e portanto se acha no mesmo plano daquele que se afirma ser um ovo cozido – ou então era um demônio do inferno. Cada um tem que fazer sua escolha. Ou este homem era, e é o Filho de Deus, ou então era louco, ou coisa pior." C. S. Lewis
beijos,
alê

Vilma disse...

Sem dúvida Alê.
Subscrevo!
DTA
Beijinhos

Lou Mello disse...

Jesus não era um louco. Nós é que enlouquecemos a ponto de duvidar Dele. Mas a proposta graciosa do Filho de Deus (como Ele se apresentou) contraria todos os interesses dos controladores desse mundo, especialmente em nossos dias, inclusive de certas alas da igreja cristã. Dá para acreditar?

JOINCANTO disse...

O Bono é outro católico dos bons.
:)

Anónimo disse...

Para mim, era Filho de Deus e também um louco.
Só é louco quem quer segui-lo, porque é amor medido ao extremo e por todos os homens.
Ele não se importa se chamam-no de louco por morrer numa cruz.
O termo oculto neste, mesmo assim permanece: amor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...