Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quarta-feira, 9 de maio de 2007

O perdão

Não deve ser baseado em sentimentos, em emoções.
Se sentimos ou não o desejo de perdoar.
Se estamos ou não demasiado magoados para perdoar ou não.
Não, porque os nossos sentimentos e emoções mudam.
São variáveis. Inconstantes.
O perdão, acima de tudo, é um acto de obediência a Deus.
Uma atitude de fé!
Somente assim, podemos viver livres do consumo da amargura.
Perdão libertado, torna livre quem perdoa!

4 comentários:

Lou Mello disse...

É sim. O pessoal enfatizava mais o ato (acto :D) de pedir perdão do que o perdoar. Como você disse, perdoar é libertador. Então eu te perdôo.

Vilma disse...

Livre! :D
E tu vai e não peques mais! :D

JOINCANTO disse...

E é nessa dinâmica de pedir perdão e perdoar que vivemos e andamos na luz e experimentamos a paz.

Miguel disse...

De acordo...
De outra forma poderia ser sempre um acto de superioridade...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...