Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 19 de abril de 2007

Inimiga

Esta semana sofri a perda de um dos meus lindos Diamante Gold.
E como sempre, reajo com lágrimas. É difícil para mim evitar chorar quando vejo que a morte levou um ser tão lindo, uma criatura cheia de beleza, embora.
Pensei em quando Jesus chorou também, momentos antes de ressuscitar Lázaro.
Sabendo que dentro de alguns momentos, Ele o tornaria à vida, no entanto, chorou.
E chorou, penso eu, não apenas por se identificar com a nossa dor, mas também por ver a beleza da sua criação ser afectada por tão horroroso inimigo.
Tal como um pintor que chora quando vê um quadro seu ser borrado, ainda que o possa refazer de novo, assim o nosso Criador também chorou.
A morte é algo de errado. É cruel. Tira a côr, a beleza. É repugnante. É nossa inimiga.
Eu choro sempre com a morte.
Seja ela que aparencia tiver.
Sinto pena dos animais que morrem nas estradas. Um dia correm, saltam; outros voam e cantam.
No momento seguinte, estão mortos.
A perda de vida humanas então, é dolorosa demais.
Toda a dor e agonia que vivemos é algo que não desejaríamos ter que passar.
A morte é uma ofensa à beleza!
E o horror da morte é universal.
Porque na realidade não fomos criados para a morte.
E quando eu choro pela morte de um passarinho ou outra criatura e sinto aquele nó na garganta, eu lembro do choro de Jesus também.
Se Ele chorou naquele momento, não me parece tanta tolice minha chorar também, ainda que por um passarinho.
Porque afinal, temos a esperança da vida eterna, pois Ele mesmo, Jesus, pela Sua morte na cruz, removeu o aguilhão da morte. E brevemente, num dia que ainda está por vir, a morte será destruída para sempre.
E Ele mesmo, nos enxugará toda a lágrima dos nossos olhos.
E a morte não mais existirá!
Toda a beleza da Criação será de novo restaurada!
Glória a Deus por isso!

Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
João 14:1-3

5 comentários:

alealb disse...

Vilma, que lindo post!
foi muito bom lê-lo!
que Deus continue abençoando-a.
beijos,
com amor,
alê

mary* disse...

Saborear a Vida
Acesse o blog!

www.saborearavida.blogspot.com

Margarida Atheling disse...

Um beijinho muito, muito grande Vilma!
Sinto extactamente como tu!
(só não sei explicar-me tão bem!)

Bjs!!!

Júlio da Costa Gomes disse...

Nada te perturbe, nada te espante, quem com Deus anda nada lhe falta.

Avozinha disse...

Que bom saber isso e como o disseste bem, Vilma!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...