Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

Debaixo das Tuas asas


Há alturas na vida de todos nós que parece que tudo sucede. A tempestade surge, as ondas agitam-se, o céu escurece e a luz que desejamos ver brilhar, demora.
E quando pensava nisso, a passagem acima saltou-me à vista.
Em Deus temos abrigo na tempestade.
No mais profundo do oceano, não se sente a tempestade que existe à superfície.
Tal como acima das nuvens negras, no mais alto céu, não damos pelo mau tempo.
Assim, nas profundezas do abrigo divino ou à sombra do Altíssimo, encontramos descanso e serenidade.
E assim, a paz envolve-me.
A paz que excede todo o entendimento humano.
Abrigo-me nas suas asas até que todas as calamidades passem!
Hoje em especial, para o Jorge!

3 comentários:

Anónimo disse...

:)

beijinho

Mi

Lou H. Mello disse...

Humm! Manter isso (sob as asas) em perspectiva é muito acertado. Vamos orar...

alealb disse...

é bom demais ter nosso Refúgio...
o que seria de nós sem ele?
beijos,
alê

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...