Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

quinta-feira, 9 de novembro de 2006

Notas erradas

Uma menina está sentada ao piano a praticar.
Está a tentar, sem sucesso, tocar uma serenata de Schubert.
O facto de alguém ouvir tantas notas erradas, não significa falha do compositor.
É a pianista que está a causar tanto estrago à bela música dele.
Não é diferente com o cristianismo.
A vida perfeita que Jesus viveu aqui no mundo é reproduzida imperfeitamente por aqueles que se dizem cristãos.
As "notas erradas" deles muitas vezes tornam-se desculpas para outros não crerem.
Essas pessoas dizem: "Observem os cristãos! Eles são melhores que os outros?"
Temos de admitir que os cristãos falham terrivelmente em corresponder às altas expectativas que o mundo faz sobre eles, enquanto muitos descrentes vivem vidas exemplares.
Mas os cristãos não são o padrão do cristianismo: somente o próprio Senhor Jesus Cristo é o padrão!
O Salvador e Mestre é o único para quem temos de olhar.
Cristo não veio para melhorar a raça humana, mas para salvá-la!
Contudo, a salvação que Ele dá, deve ser claramente manifesta na vida dos que crêem!

11 comentários:

Paula disse...

OLá Vilma, gostei bastante do que escreveste... tocou-me.
Um abraço

Maria João disse...

Isso é verdade.

O problema é que se olha sempre para os cristãos. É como numa ideologia política. As pessoas não olham para ideologia original, mas para o que fazem os actuais seguidores.

O melhor é olhar sempre para Jesus. Sem dúvida! Mas, temos um problema. Quem não acredita em Jesus, vai sempre olhar para Ele como mais uma ideologia. E, lá está, vai olhar para o que os seus seguidores fazem.

Vilma disse...

Precisamos de aprender a tocar a melodia de forma cada vez mais harmoniosa, para que todos possa perceber a beleza desse som maravilhoso!

Rubinho Osório disse...

Nossa! Que ilustração simples e clara!!!
É isso mesmo! Sou um péssimo pianista! Culpem a mim, não ao Autor!
Muito bom!

Lou Mello disse...

Por essas e outras desisti de tocar piano. É melhor deixar quem sabe.

Nem quero ser como Jesus. Me contento em aceitar o que ele quer ser por mim.

Caio Kaiel disse...

Olá Vilma. Eu toco violão, no começo é triste, mas é encantador quando percebemos que estamos aprendendo a acertando algumas coisas, muito embora nunca seja perfeito... um dia será.

Obrigado!

vilma disse...

É isso Caio: estamos aperfeiçoando a melodia...!
E um dia sairá perfeita! Com a ajuda do Maestro! :D

vilma disse...

Lou: não desistas de tocar... porque a melodia de todos nós faz falta!
sinto falta da tua.. ainda que desafinada.
Como diz o cantor:
Porque no peito do desafinado também bate um coração! :D

Margarida Atheling disse...

É verdade!
Enganamo-nos muito nas notas! Mas o engano é nosso! Admiti-lo já é um passo no bom sentido.

Beijinhos!

Lou H. Mello disse...

O João Gilberto é um cara muito competente. Conquistou a maioria com essa musica, pois, a maioria desafina.
Na escola eu defendia os mais fracos e todos gostavam muito de mim. Claro que recebia castigos por socar os fanfarrões opressores dos fracos e oprimidos. No final do ano eles iam adiante e o Robin Wood permanecia mais um ano na mesma série. Então, descobri o preço das causas impossíveis, de desafinar e não dançar conforme a música. Melhor deixar com os competentes. Mas agradeço pela força. Você é uma motivadora invencível e perspicaz.

vilma disse...

Lou: descobriste a minha característica principal - motivadora!
Num estudo sobre o meu perfil, em área de relacionamentos, eu sou o que se chama uma Apoiadora!
Se fosse um dos apóstolos, seria João!
Como vês, tá no meu sangue. É mais forte que eu!
E tu, não desistas das causas impossíveis.
Aos olhos de Deus nada é impossível! Nada mesmo!
Um abraço fraterno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...