Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 29 de setembro de 2006

O Tempo


O tempo parece que se escoa entre os nosso dedos, tal qual a areia quando a apertamos nas mãos.
Os dias voam.
Numa era em que deveríamos ter disponibilidade para poder fazer muitas coisas, parece que nunca nos sobra tempo para nada.
Acredito que boa parte das vezes é por falta de organização nas nossas prioridades.
Falo por mim mesma.
Somos envolvidos por demasiadas coisas que nos agitam, que nos causam ansiedade: falta de motivação, novos desafios no emprego, decisões difíceis de serem tomadas, problemas familiares, receios ... enfim, a lista é grande.
Mas uma coisa tenho procurado aprender: a confiar em Deus e no Seu tempo!
Tenho a minha parte a fazer.
Mas nem sempre é bom querer apressar ou adiar.
Saber esperar tem sido uma boa medida na minha vida.
O tempo certo.
Deus tem uma ocasião certa para tudo e todas as coisas.
Então, quando tudo me parece agitado, quando as circunstâncias parecem que me querem sufocar, olho para cima e oro:


"Senhor, em Ti confio!

Tu és Deus!

Os meus dias, o meu futuro está nas tuas mãos!

Está nas melhores mãos!"

7 comentários:

Tinoca Laroca disse...

Vilma
o tempo não existe!
o tempo foi criado apra que jamais soubessemos/alcancassemos a intemporalidade de Jeová!
Diz-me: vês o tempo? tocas no tempo?
Mas estás presa a ele, apesar de ele não existir.
O ar não se vê mas nós respiramos.
o tempo nem esse dom tem.
O tempo somos nós, homens e mulheres que o criamos, e, que por incrivel que pareca, nos tornamos prisioneiros dele.
Nem o que é importante conseguimos fazer... a TEMPO!
God bless you!
bom fim-de-semana.
T.

Vilma disse...

É verdade Tina. Na perspectiva eterna o tempo não existe. Tão pouco nos pertence.
Mas neste momento encontramo-nos entre um parentese da eternidade, em que nós, criação de Deus, somos limitados pelo tempo. E é verdade que muitas vezes nos deixamos dominar por ele.
Por isso nada como entregar tudo Aquele que ocupa todo o tempo e espaço, que existe de eternidade em eternidade e que não é limitado por nada e nem por ninguém. :)

Flá Mendes disse...

e tempo e a ansiedade, parceiros de longa data... provocam tantas comichões, e obrigam-nos a compreender a vida de maneira diferente, ensinam que não somos que achamos ser (auto-suficientes) e aproximam-nos da verdeira fonte de vida.

Lança os teus cuidados sobre o Senhor e ele te dará forças. Salmo 55.22

Lou disse...

Invejo vocês. O tempo é mais uma das minhas indagações. Coisa sobre a qual não faço a menor idéia. Não acredito em passado e futuro e temo que eles não existam. O presente é esse momento onde a alegria funciona como uma ilha cercada de tristezas por todos os lados. Deus, atemporal, deve habitar outras dimensões, onde um ser como eu, não tem passaporte para entrar. Acredito nele com todas as minhas forças e daria tudo por um simples sorriso ou olhar dele. Não importa quando.

Avozinha disse...

Amen!

Vitor Mota disse...

Não tenho tempo para dar uma resposta :)

Bela música! Nem sabia que a Sandy Patti ainda cantava.

o meu sitio disse...

tudo é verdade mas temos a certeza que este tempo todo que vivemos aqui um dia não vai ser mais preciso, pois neste momento somos apenas passageiros.

Deus vos abençoe. :-)))

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...