Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 22 de setembro de 2006



"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade."

Carlos Drumond de Andrade

6 comentários:

Anna^ disse...

E quando damos amor que nos tira forças,porque o egoismo dos outros é muito?Ás vezes é preciso usar da tal prudência egoista,para se poder sobreviver com a maldade dos outros.

beijinho

Vitor Mota disse...

Suponho que o verdadeir amor fortalece e não enfraquece. Acho eu.

Lou Mello disse...

Esse é o meu modo de vida. Arriscar sempre para não correr o risco de nunca ter arriscado e receber o epitáfio do homem mediocre.

Paula disse...

Gostei muito da frase... fez-me pensar! Beijinhos

Tinoca Laroca disse...

Sem dúvida...
o que fizemos hoje?
Bjs.
T.

JOINCANTO disse...

Frase interessante
A fuga dos mais nobres sentimentos conduz a um precipício de decadência fatal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...