Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

domingo, 19 de fevereiro de 2006

País dos intermediários

Somos um povo complicado.
Gostamos de burocracia.
Dizemos que não, mas gostamos.
Tenta-se simplificar o sistema burocrático mas a verdade, é que não dá mesmo.
A mentalidade portuguesa tem uma pesada herança.
E até espiritualmente, essa herança pesada pemanece.
Pois nem para chegar a Deus, é suficiente a obra de Jesus Cristo.
A Palavra é muito clara:
" Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual se deu a si mesmo em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos." - 1 Timóteo 2:5-6

Sem atalhos, sem mais intermediários ... simples e completo!
Consumado!
Será tão difícil assim, de entender?

3 comentários:

Anónimo disse...

Há um só Mediador, concordo com isso. Mas há muitas outras mediações secundárias, participativas, que nos são necessárias.
Jesus, que se saiba, nada deixou escrito. Aquilo que d'Ele sabemos só nos chegou pela mão mediadora de alguns autores inspirados.
Nenhum de nós, creio eu, teve a oportunidade de conhecer Jesus em carne e osso. O contacto com a Sua pessoa só se tornou possível pela mediação testemunhal de pais, de um padre ou pastor, de amigos, numa corrente que vêm desde os primeiros discípulos.
Temos mediações de espaço, de tempo, de comunidade, de celebração sacramental... Buscamos uma relação directa e íntima com Deus, mas precisamos de algumas muletas para evitar resvalar para um mundo de ilusões. Não é por acaso que aqueles poucos a quem foi concedida uma experiência de união mística com Cristo, foram tidos por loucos pelos seus semelhantes...

nokinhas disse...

Plenamente de acordo! Jesus disse: ninguém vai ao Pai a não ser através de mim". Então não restam dúvidas!

Ego ipse disse...

(Hebreus 4:14 a 16) - "Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão; Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado; Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...