Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

terça-feira, 31 de janeiro de 2006

Depois das brigas ... as outras lutas!

Num post abaixo, falei das minhas brigas.

Neste falarei das minhas outras lutas: os casos perdidos!!

Desde criança que sou atraída (ou que se sentem atraídos por mim, não sei!!) pelos casos perdidos!

Em pequena, já defendia os animaizinhos que eram massacrados pela minha irmã mais nova:
  • Ela torcia as caudas aos gatinhos, atropelava patinhos, afogava pintainhos, roubava coelhinhos às mães, atirava pedras aos cães e apertava-lhes o focinho ... enfim!
Enquanto ela deixava um rastro de judiarias, eu ia atrás, chorosa, para os tratar e tentar salvar os que podia!
Eu chorava se via esfolar um coelho, matar uma galinha. Se morria um gato, um cão ou outro animal qualquer!
Ainda hoje se me morre um simples passarito ou um hamster ... é um choro!
É comum nas minhas gaiolas encontrarem um pássaro ou um rato sem pata ... são esses mesmo que eu escolho ficar!

  • Na escola primária recordo-me de acolher a I., que foi rejeitada e posta de lado por todas as colegas na altura do 25 de Abril, porque o pai dela era da Pide.
  • Dei o meu ombro à C., que foi posta de lado pelas amigas e colegas porque os seus pais divorciaram-se e naquela altura, como era um escândalo, ninguém queria ser amigo dela.
  • Acolhi a extravagante M. que se vestia de uma maneira mesmo fora do comum, que se drogava e bebia, porque no fundo ela queria era um pouco do amor do pai, que não lhe ligava nenhuma e os colegas também a rejeitavam. Quando ela estava sobre o efeito da droga insultava-me e fazia trinta por uma linha, mas sóbria, era no meu ombro que chorava e eu nunca lhe disse que não.
  • Ajudei a T. a suportar um aborto que teve que fazer. A dor emocional era muita e ninguém mais a ajudou. Foi comigo que ela desabafou e encontrou forças pra seguir....

E poderia citar mais coisas.

Por vezes, gosto de relembrar estes momentos. Quando penso que sou demasiado confiante nos outros e acabo por sofrer com isso, gosto de pensar que, de alguma forma, pude ajudar alguém.

A vida já me tem ensinado a não ser tão confiante nos outros.

Mas depois penso que acredito que talvez seja essa a razão de eu estar aqui na Terra.

Todos nós temos algo para deixar na nossa passagem por este planeta: uns deixam melhores marcas que outros e quem sabe, esta não seja a minha marca.

No entanto, preciso de aprender a ter a sabedoria de equilibrar as coisas. Conforme Jesus mesmo nos ensinou, é necessário que eu saiba ter a mansidão e a humildade da pomba, mas também a prudência e a sagacidade da serpente.

E no mundo que vivemos, cada vez mais preciso de ter esse são equlíbrio!

Seja como fôr, não quero perder ainda a esperança de que vale a pena continuar a acreditar de que, começando em cada um de nós, se pode fazer alguma diferença na vida de alguém.

15 comentários:

Jasmim disse...

Fiquei comovida com este post... E com a tua bondade que não conheço só daqui.

Um beijinho grande para ti e outro atrasado com os parabéns para o maridão!!

Paula disse...

Vilma, li o teu post com todo o prazer... gostei muito, mesmo. É engraçado que n nos conhecemos pessoalmente mas pelo que já posso conhecer de ti, arriscaria dizer que SIM, ESSA É A TUA MARCA, a ser deixada durante o teu viver... penso que sim, que Deus te escolheu para isso: amares os pouco amáveis, etc...

Como diz uma música que te mandei:

"Quero atrair aos Teus braços todos os feridos, rejeitados, maltratados pelo mundo, quero conduzir ao caminho da cruz aqueles que estão cegos e feridos, iludidos nesta vida, quero ver com os Teus olhos, sentir como o Teu coração..."

Acho que se aplica a ti. Uma pessoa como tu, com os dons que Deus te deu, se buscar ter cada vez mais um coração que sente como o do Pai, será ainda muito mais usada!

Beijinhos!

Pdivulg disse...

Bonito exemplo é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado,...

jaime fernandes disse...

Vilma. Deus não abandonou os "casos perdidos"... pelo contrário, deu a vida do Seu Filho por eles!

Deus te abençoe!

Vilma disse...

Jaime: é verdade , Jesus veio por todos os "casos perdidos" e todos somos casos perdidos! Eu um deles!
Um abraço!

Flor disse...

tens um coração lindo Vilma!
beijo grande

Margarida Atheling disse...

Escreves muitas, muitas vezes garndes verdades. Tens um coração de ouro.
Não devia surpreender-me, mas estremeci com este post!
Muitos parabéns por seres quem és!

Beijinhos!

Dulce disse...

Gosto muito de te ler :)
Um beijo.

Anna^ disse...

Quer queiras quer não ,estas tuas palavras de hoje e de outras alturas tem feito a diferença...em mim e na minha maneira de pensar...tenho "crescido" contigo aqui!
Obrigado Vilma! :)

Um xi-coração apertado!

ps-Ah e já agora,gosto MUITO de ti ":o)

Vilma disse...

Anna: Eu quero sim!! :)
E olha...também gosto muito de ti!!!
Um abraço apertadinho!

Roselia Luis disse...

Querida Vilma,
Tu sabes q preciso me recolher para ler, e ler leva tempo , meditar, nem se fala. Mas vez por outra passo aqui pq lendo os comentários de outros ou ate mesmo o teu, posso observar o quão necessitado é o MEU coração e dos outros, de atenção, elogios, opiniões etc.. sim pq somos movidos pelas emoções, n somos maquinas. Até as maquinas se n colocarem um oleosinho secam.. Então o q posso dizer?? depois de ler tantos comentários? Digo somente q todos nós de alguma maneira estamos perdidos dentro do nosso Ser, e q precisamos nos achar, nos encontrar,( n falo de Religião, nem de achar Jesus, isto é outra coisa, pq até quem diz ter Jesus, se n se achar aqui neste mundo, como gente, está perdido..) mas precisamos achar nossa essência, nossas manias, nossos desencontros, Pq se isto não acontecer, estamos mais perdidos do que perdidos estamos.. Parar e deixar de procurar pela busca, é esta morto pra si mesmo... então querida cont na busca, na esperança, pois encontrará dia a dia o q está perdido em vc, e encontrando o perdido, encontra a consciência , e o perdido já n será perdido...
um bom final de semana, estou indo pra minha caminhada q preciso de fazer...
beijinhos pra ti com carinho,

Vilma disse...

Como sempre minha querida amiga, palavras cheias de sabedoria e vida...! E é como tu dizes: buscando a nossa essencia e o perdido nos outros, encontramos um pouco de nós mesmoms!Tu és preciosa! Um abraço! Deus te abençoe!

Xuinha Foguetão disse...

És linda, Vilmita!

Acredita que sou uma bocadinho mais feliz por te ter na minha vida.

Uma beijoca enorme.

Anónimo disse...

Apesar de não me considerar propriamente um "caso perdido" (hehehehehe) só posso e quero agradecer todos os miminhos e ensinamentos que sempre me tens dado!!

Tens realmente um coração de ouro!

beijo, abraço!
Lirios

Vilma disse...

Lirios : "Casos perdidos" foi uma força de expressão. Na verdade todos nós andamos perdidos...! MAs ainda bem que de certa forma te tens encontrado através deste meu blogue...! :)))
O pastor veio mesmo buscar as ovelhas perdidas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...