Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

terça-feira, 27 de setembro de 2005

Alentejanices

A vila onde nasci é muito frutífera em estórias do arco da velha.

Acho que compreendo porque existem tantas anedotas alentejanas, porque de facto, há coisas que só mesmo no alentejo.

Uma que sempre me fez rir é passada no Café que os meus avós tinham.
Habitualmente, havia um grupo de homens que se reuniam nas suas jogatinas de cartas.

E numa dessas jogatinas, há um deles que está a ganhar e bem (porque jogavam a dinheiro).
A certa altura, ele vira-se para o meu avô e diz-lhe, com um ar muito inchadão:

- Zé Andrade, diga lá à sua mulher para assar um bom naco de lombo de porco, que hoje sou eu que pago!!

Naco de lombo no forno: é que é já ... a seguir! (Na altura já se usava esta expressão...eheheh!

Passado uns minutos, o homem começa a perder ... valentemente!

Quando vê que a coisa não está a correr a favor, vira-se para o meu avô e diz:

- Oh! Zé, já não quero o lombo de porco!!

- Então, mas o lombo já está assado!! - responde o meu avô.

Resposta imediata do zé esperto: " ENTÃO, DESASSA!"

E esta estória é sempre motivo de risota.
Tanto assim, que na familia, quando alguma coisa ficou sem efeito ou cancelada, temos sempre o hábito de dizer: DESASSA!

São estórias do alentejo!

Tenho aqui outra gira. Vale a pena! ;))

5 comentários:

Xuinha Foguetão disse...

Ehehehehehehe!

Essa é boa! Muito boa!

Beijocas.

Paula disse...

Hehehehe
Com que então a expressão do "é já a seguir..." já existia na altura... Estão a ver? O Alentejo já estava avançado!
Beijinhos prá alentejana

Lucia disse...

Ah então é daí que vem o desassa, só mesmo no alentejo... Loll
Beijinhos

Costinhas disse...

hehehe

Muito boa mesmo!

Anna^ disse...

ahahahahaahahahahha
ganda alentejano ;)

bjokas grandes ":o)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...