Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 19 de agosto de 2005

Ser como a nossa alma


TENTE SE PARECER COM A SUA ALMA

Uma das tarefas desta existência é fazer o rosto refletir o ser.

Assim como o rosto corresponde ao rosto no espelho, assim dever ser.

No início, na infância, a gente é quem a gente é.

É o crescer, com as demandas de assemelhamento ao meio, o que vai nos deformando.

Em qualquer que seja o berço, um menino nasce como qualquer outro menino. O meio tentará, e quase sempre conseguirá, formatá-lo.

Então, quando nos tornamos “homens”, nos tornamos menores que meninos...

Sim, mergulhados em miragens, em falsas aparências, gerados pelos calores que sobem do chão do deserto de nossas morais, normalidades, opressões, tentativas de clonagem e tiranias.

Pode ser a idade,

pode ser o cansaço,

pode ser a esperança,

pode ser a verdade,

pode ser um desígnio,

pode ser a loucura,

pode ser a aventura,

pode ser o que for...

Mas Deus sabe ... eu quero me parecer com minha alma.

E quero que minha alma e meu rosto se tornem um.
Esta é a minha oração.

Este é o meu sonho.

Esta é a minha vocação.

Caio 09/05/2004 - Portal www.caiofabio.com

4 comentários:

Margarida Atheling disse...

Nem sempre é fácil! :)

Muitos beijinhos!

HuperNikon disse...

Profundo, gostei.
Já li alguns de Gioia Junior (não conhecia)e fiquei cliente. Obrigado pela sugestão. Se não te importares vou linkar-te no meu blogue.

Luis Castanheta disse...

Olá Vilma. Fico contente que tenhas gostado, e mais ainda por gostarres dos escritos do Caio. Ele faz parte "daquele" grupo de pessoas especiais.
Tudo de bom para ti.

eu disse...

É o meu também!!!
(shiuuuuuu!! estou aqui!!)
beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...