Este blogue não adoPtou o novo acordo ortográfico.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2004

Ainda o amor...

Ao ser mãe, e em especial, mãe adoptiva, tenho aprendido a conhecer melhor um outro amor, muito maior que o meu e o melhor que eu tenho: o de Deus.
É maravilhoso pensar que Deus, Ele mesmo, usa o amor das mães, para mostrar o quanto nos ama. E ainda diz, em Isaías 49:15 "Pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de modo que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti." Este versículo dá para meditar profundamente. Nem sequer consigo passar para palavras o que me ocorre na mente, com estas palavras.
Ainda que uma mãe se esqueça do filho do seu ventre, Deus nunca se esquecerá de nós! Nunca, é a Sua promessa.
Depois, penso em outra coisa maravilhosa que Deus faz por nós: Ele adoptou-nos! Sim, adoptou-nos. Todo aquele que tem um encontro com Jesus, Seu filho, faz parte da familia que Deus com tanto carinho está a formar.
E é aqui que quero chegar, à minha própria experiência como mãe do coração, mãe adoptiva, que me eleva de forma sublime ao imenso amor de Deus.
Fica para outro post, para deixar que toda esta contemplação possa passar a palavras.... não é fácil, mas tentarei.

2 comentários:

Anónimo disse...

:)
Ana Rute Cavaco

eu disse...

Minha linda, encontrei-te...
Não deixaste o link no meu cantinho, mas eu vim aki dar ;)
Fiquei comovida ao ler os teus (poucos) post's.
Eu penso k é precisa muita coragem pr se adoptar uma criança. Tens a minha enorme admiração.
Tenho uma amiga k tem um filho de 3 anos e adoptou em 2003 uma menina de 12 anos. Tem bastantes "problemas" pq a menina é muito fechada... E agora tá grávida novamente. Eu admiro-a bastante...
Bjnho grande e obrigada pelo carinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...